Última hora

Milhares de refugiados Rohingya esperam na fronteira do Bangladesh

O Bangladesh fechou a fronteira, onde se acumulam cerca de 4 mil refugiados que procuram abrigo.

Em leitura:

Milhares de refugiados Rohingya esperam na fronteira do Bangladesh

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 18 mil muçulmanos da minoria Rohingya fugiram do território birmanês rumo ao Bangladesh nos últimos dias. Apesar dos apelos internacionais, este país fechou a fronteira, onde se acumulam cerca de 4 mil refugiados que procuram abrigo.

Na passada sexta-feira voltaram a eclodir conflitos entre insurgentes Rohingya e as forças de segurança birmanesas no Estado de Rakhine. Já se contam mais de uma centena de mortos.

Uma refugiada dizia-nos que “os muçulmanos estão a ser abatidos em Myanmar, as suas casas estão a ser queimadas. Cercaram as populações com helicópteros, pilharam os pertences dos habitantes, perseguiram e mataram os homens. Já mataram muita gente”.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos atribuiu este ressurgimento do conflito à violação sistemática dos direitos dos Rohingya nas últimas décadas. /////// Mesmo assim, a ONU condenou o assalto de rebeldes a postos de polícia que precipitaram os confrontos. António Guterres apelo ao Bangladesh para que abra de novo as portas aos refugiados.

A questão da marginalização desta minoria, que não te m direito à cidadania birmanesa, é um dos principais desafios da líder Aung San Suu Kyi.