Última hora

Suspeito detido em França pelo desaparecimento de criança lusodescendente

Trata-se de um conhecido do noivo e do pai da criança, que compareceu mais tarde na celebração.

Em leitura:

Suspeito detido em França pelo desaparecimento de criança lusodescendente

Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa e AFP

Um homem de 34 anos foi detido pelas autoridades francesas, no âmbito da investigação do desaparecimento de Maëlys de Araújo, uma criança lusodescendente de 9 anos.

A procuradora de Bourgoin-Jallieu, Dietlind Baudoin, declarou que a polícia pretende esclarecer as movimentações de um convidado que deixou as festividades do casamento na altura em que a criança desapareceu, na madrugada de domingo, na cidade de Pont-de-Beauvoisin, a 85 quilómetros de Lyon, no sudeste de França. Ao que tudo indica, trata-se de um conhecido do noivo e do pai da criança, que compareceu mais tarde na celebração.

Cerca de 85 polícias estão envolvidos nas operações de busca. As autoridades informaram que ocorriam mais duas festas nas proximidades do local em que estava a ser realizado este casamento.

Os interrogatórios aos vários convidados, mais de 200 pessoas, já foram realizados. No domingo, por volta das 03:00 (02:00 em Lisboa), os pais descobriram que Maëlys não estava no salão de festas, nem nas proximidades em Pont-de-Beauvoisin.

Já na segunda-feira de manhã, vários recursos foram disponibilizados na busca pela criança, com equipas cinotécnicas, uma equipa de mergulhadores e um helicóptero.

A Gendarmerie Nationale, na sua conta na rede social Twitter, apelou aos cidadãos para que avisem a polícia se tiverem informações sobre um caso que está nas mãos do departamento de investigações de Grenoble, apoiado pela brigada de investigações de Tour-du-Pin e pela brigada territorial de Pont-de-Beauvoisin.

Segundo fonte da secretaria de Estado das Comunidades, o caso está a ser acompanhado pelo consulado de Portugal em Lyon, que já conversou com a família para oferecer o apoio necessário.