Última hora

Seul e Tóquio querem mais pressão sobre Pyongyang

O presidente da Coreia do Sul e o primeiro-ministro japonês concordaram pedir à ONU sanções mais fortes contra Pyongyang.

Em leitura:

Seul e Tóquio querem mais pressão sobre Pyongyang

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul iniciou no domingo manobras militares que envolvem mísseis balísticos. Uma resposta ao sexto ensaio nuclear conduzido por Pyongyang. A televisão pública norte-coreana tinha anunciado a realização de um teste, bem-sucedido, com uma bomba de hidrogénio de uma potência sem precedentes. O lançamento daquela que é conhecida como ‘bomba H’, resultou numa invulgar atividade sísmica detetada por Seul e Tóquio.

O presidente da Coreia do Sul e o primeiro-ministro japonês concordaram, esta segunda-feira, em pedir às Nações Unidas sanções mais fortes contra Pyongyang. Uma decisão tomada depois deste novo teste. Seul e Tóquio dizem-se prontos a cooperar entre si e com os Estados Unidos nesta questão. Segundo o porta-voz da presidência sul-coreana o objetivo da pressão sobre Pyongyang é levar as autoridades locais ao diálogo.