Última hora

Temperaturas mais baixas e humidade mais alta ajudam a conter maior fogo da história de L.A.

Cerca de 25% do maior fogo registado na história de L.A., Estados Unidos, está já contido. O combate prossegue com a meteorologia a ajudar.

Em leitura:

Temperaturas mais baixas e humidade mais alta ajudam a conter maior fogo da história de L.A.

Tamanho do texto Aa Aa

São as temperaturas mais baixas e a humidade a ajudar os mais de mil bombeiros que tentam extinguir aquele que é o maior fogo no registo da história de Los Angeles, Estados Unidos.

Ralph Terrazas, chefe dos bombeiros de Los Angeles, espera que a meteorologia não falhe no apoio que parece estar a dar ao combate ao incêndio: “A boa notícia para agora e para os dias subsequentes é que as temperaturas estõ a baixar todos os dias. Há mais humidade e isso ajuda. Fizemos progressos significativos e isso vai manter-se.”

Mais de dois mil e trezentos hectares queimados, três casas destruídas e bairros evacuados com cerca de 700 residentes temporariamemnte deslocados, quatro bombeiros feridos sem perigo de vida: o resultado, por agora, do fogo que começou na sexta-feira em La Tuna Canyon e cujas labaredas podiam ser vistas então a mais de dez quilómetros.

O estado de emergência local foi declarado o sábado e reforçado pelo Governador da Califórnia no domingo, o que permite aceder a fundos federais e estatais com maior celeridade.


Este domingo à noite calculava-se em 15% a contenção da mancha do fogo iniciado numa onda de calor e sob ventos fortes, tendo-se já progredido para os 25% durante a noite.

As causas do incêndio estão a ser investigadas.