This content is not available in your region

Lava Jato volta atenções para Rio 2016

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Lava Jato volta atenções para Rio 2016

<p>Carlos Arthur Nuzman foi obrigado a entregar o passaporte e viu os seus bens bloqueados na sequência de mais uma etapa da operação Lava Jato no Rio de Janeiro.</p> <p>Acusado de participar num esquema de corrupção de compra de votos da eleição da cidade sede dos Jogos Olímpicos do ano passado, o presidente do Comité Olímpico Brasileiro viu a Polícia Federal proceder a buscas quer na sua residência, quer na sede do organismo que dirige.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="pt" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/LavaJato?src=hash">#LavaJato</a>: possibilidade de esquema de corrupção p/ escolha da capital fluminense pelo Comitê Olímpico como sede das Olimpíadas 2016.</p>— Polícia Federal (@policiafederal) <a href="https://twitter.com/policiafederal/status/905044802709970944">5 de setembro de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Baptizada de “Unfair play” a operação teve origem na justiça francesa. Enquanto investigava os escândalos de doping russo envolvendo Federação Internacional de Atletismo, deparou-se com indícios de corrupção nas eleições para a cidade sede dos Jogos, com participação direta do dirigente.</p> <p>Carlos Arthur Nuzman já fez saber através do seu advogado que não tinha feito nada de errado.</p>