Última hora

Papa Francisco pede aos colombianos que prefiram a reconciliação à vingança

Líder da Igreja Católica disse que as populações fizeram enormes esforços ao longo de décadas de conflito.

Em leitura:

Papa Francisco pede aos colombianos que prefiram a reconciliação à vingança

Tamanho do texto Aa Aa

O papa pediu aos colombianos que procurem a reconciliação e não a vingança no seu primeiro discurso na Colômbia, na Casa de Nariño, sede do Governo, e perante o Presidente Juan Manuel Santos.

Francisco insistiu para a sociedade colombiana, dividida com o acordo de paz entre o Governo e a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), “fugir de toda a tentação de vingança e da busca unicamente de interesses particulares e de curto prazo”.

Apelou ainda às instituições do país para aprovarem “leis justas que garantam a harmonia e ajudem a superar os conflitos que destruíram (…) nação durante décadas”.

Embora sem nunca mencionar a assinatura do acordo com as FARC, Francisco destacou “os esforços feitos nas últimas décadas para acabar com a violência armada”, considerando que “a procura da paz é (…) uma tarefa que não dá tréguas e que exige o compromisso de todos”.

O papa insistiu na necessidade de se favorecer o que definiu como uma “cultura do encontro”, que exige que se “coloque no centro de toda a ação política, social e económica, a pessoa humana, a sua dignidade, e o respeito pelo bem comum”.

Francisco, que estará na Colômbia até domingo, vai visitar também Villavicencio, Medellín e Cartagena de Índias.

Com Lusa