Última hora

O Irma semeou destruição e morte nas Antilhas

O furacão Irma, um dos mais violentos de que há registo deixou um cenário desolador nas ilhas francesas de Saint Barthélémy e Saint Martin, assim como em Antígua e na Barbuda.

Em leitura:

O Irma semeou destruição e morte nas Antilhas

Tamanho do texto Aa Aa

O furacão Irma, um dos mais violentos de que há registo, deixou um cenário desolador nas ilhas francesas de Saint Barthélémy e Saint Martin, assim como em Antígua e na Barbuda

Segundo o perfeito de Saint Martin, 95% da ilha ficou destruída A tempestade provocou ainda vítimas mortais. O primeiro balanço provisório é de seis mortos.

O presidente francês, Emmanuel Macron, tinha anunciado horas antes que o b
O furacão Irma, um dos mais violentos de que há registo deixou um cenário desolador nas ilhas francesas de Saint Barthélémy e Saint Martin, assim como em “Antígua e na Barbudaalanço seria “duro e cruel”:

“Estamos ao lado de todos aqueles que no nosso território, a milhares de quilómetros daqui estão no desespero privados de tudo e perderam talvez familiares. Digo-lhes que toda a nação está com eles e todos os poderes públicos estão mobilizados para os ajudar”.

via GIPHY

O Irma continua a sua trajetória sem ter perdido força – categoria 5,a mais elevada da escala de Saffir-Simpson – e passou já por Porto Rico, com ventos de 295 quilómetros por hora.

Tem na rota a República dominicana e o Haiti, antes de chegar à Flórida, lá para domingo.

As autoridades americanas decretaram o estado de emergência e a ordem do governador é de evacuação e proteção das pessoas. “Os bens materiais podem ser substituídos, os vossos familiares não”, afirmou.

Desde ontem que milhares de residentes na Flórida decidiram abandonar a região de passagem prevista do furacão.

Esta estação dos furacões promete ser extremamente difícil. No Golfo do México espreita já outro destes fenómenos, denominado José

Hurricane Irma