Última hora

Em leitura:

Festival Ars Electronica: "Inteligência Artificial, O Outro Eu"


Cult

Festival Ars Electronica: "Inteligência Artificial, O Outro Eu"

O Festival Ars Electronica começou em Linz, na Áustria, a 7 de setembro.

O mais importante evento europeu de arte multimedia e ciência dedica-se este ano à Inteligência Artificial, sob o título “O Outro Eu”.


Com artistas, cientistas, académicos e especialistas em negócios, política e religião, o Ars Electronica quer, este ano, aferir a ambivalência humana face à tecnologia.
Se temos medo de estar a arriscar tudo, porquê entrar na aventura da inteligência artificial, para começar?

Gerfried Stocker, o diretor artístico do Festival, ele próprio um artista multimedia e engenheiro de telecomunicações, falou com a euronews sobre mais esta edição, lançando-nos o desafio que deu azo ao tema da Inteligência Artificial:

“A Arte força-nos a pensar para lá de fronteiras, a questionar o que a indústria nos diz que podemos fazer com a tecnologia. É realmente só isso que pode ser feito ou podemos ir mais além?”


85 000 visitantes no ano passado fazem crescer as expectativas para 2017.

Até dia 11, o Festival Ars Electronica espalha palestras, workshops, exposições, concertos e apresentação de projectos um pouco por toda a cidade de Linz.


Philip Artelt, jornalista da euronews em Linz, não tem dúvida do que ressalta num Festival como o Ars Electronica:

“Peças de arte como esta recordam-nos o que é realmente importante neste mundo, com toda a inteligência artificial que há nele: o ser humano.”

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Coleção Miró chega ao Palácio da Ajuda

Cult

Coleção Miró chega ao Palácio da Ajuda