Miró "resgatado" chega a Lisboa

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Miró "resgatado" chega a Lisboa

<p>Da caixa-forte para o Palácio da Ajuda, as célebres pinturas de Miró resgatadas da falência do Banco Português de Negócios regressam ao olhar do público. </p> <p>Depois de terem sido expostas no Porto, as 85 peças do pintor surrealista catalão vão estar patentes em Lisboa até 8 de Janeiro. </p> <p>Uma oportunidade para realizar um percurso de seis décadas na carreira de Miró, de 1924 a 1981, ao longo de desenhos, pinturas, colagem e trabalhos de tapeçaria. </p> <p>“Depois de desenvolver esta linguagem visual ele consegue utilizar esta linguagem como nós utilizamos a nossa, ao criar novos significados ao ir de uma linguagem a outra . Como comissário quero que o público olhe cuidadosamente para as imagens”, afirma Robert Lubar Messeri, o comissário da exposição intitulada “Joan Miró:Materialidade e Metamorfose”. </p> <p>As obras, propriedade da Fundação de Serralves, deverão percorrer todo o país numa exposição itinerante antes de integrarem uma grande mostra dentro de quatro anos em Barcelona, a cidade-natal do pintor.</p> <p>O primeiro-ministro, António Costa, que cesteve presente na inauguração do evento, na quinta-feira, evocou o percurso conturbado da coleção, afirmando, “assim se mostra que, mesmo quando um banco vai à falência, aquilo que tem de valor é preservado”.</p> <p>O governo português tinha cedido à pressão da opinião pública em Março, ao revogar a venda das obras em leilão que deveriam ajudar a compensar as perdas da falência do <span class="caps">BPN</span> após um processo de nacionalização.</p>