Última hora

Sismo mais forte do século faz meia centena de mortos

Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, apelou à população para não baixar a guarda perante a ameaça de réplicas.

Em leitura:

Sismo mais forte do século faz meia centena de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

O México está em altera na sequência do devastador sismo de magnitude 8.2 na escala de Richter que sacudiu o sudoeste do país.

De acordo com dados das autoridades locais conta-se, nesta fase, pelo menos meia centena de mortos. 35 no estado de Oaxaca, 12 em Chiapas e três em Tabasco, mas os números poderão vir a agravar-se.

O epicentro do sismo da noite de quinta para sexta-feira situou-se a cerca de 70 quilómetros a sudoeste da costa de Chiapas, em zona submersa, com uma profundidade de 70 quilómetros, mas sentiu-se com força também na capital. Provocou igualmente momentos de tensão na Guatemala e em El Salvador.

O terramoto é o mais forte em um século. O Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, apelou à população para não baixar a guarda perante a ameaça de réplicas. Até ao momento produziram-se mais de 260 réplicas.

Nem a emblemática estátua do Anjo da Independência, na Cidade do México, escapou à força do sismo e acabou por abanar.

Há registo da queda de várias casas e de cortes de energia elétrica.

A Secretaria de Transportes e Comunicações dá conta de deslizamentos em algumas estradas.