This content is not available in your region

Tribunal Constitucional de Espanha suspende lei referendária catalã

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Tribunal Constitucional de Espanha suspende lei referendária catalã

<p>O Tribunal Constitucional de Espanha suspendeu, na quinta-feira, a lei aprovada na quarta-feira pelo parlamento catalão, que permite a convocação de um referendo sobre a independência da Catalunha. O Tribunal bloqueou a lei para permitir que os juízes avaliem se o voto viola a constituição do país.</p> <p>O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, recebeu o líder socialista, Pedro Sanchez, e o líder do partido centrista Ciudadanos, Albert Rivera.</p> <p>Tanto a direita, como os socialistas e os centristas argumentam que uma região não pode decidir sozinha sobre a sua independência e que quando está em jogo a unidade do país, cabe a todo o povo espanhol decidir.</p> <p>“O governo sabe que pode contar com o apoio total do Partido Socialista para garantir o estado de direito face àqueles que o querem quebrar”, garantiu Adriana Lastra, vice-secretária general do <span class="caps">PSOE</span>.</p> <p>“Vamos travar o golpe contra a democracia e fá-lo-emos com a democracia, com leis democráticas. Sem hesitação. Porque somos um país democrático e sabemos que contamos com diferentes instrumentos para agir”, disse Rivera.</p> <p>O Procurador-Geral de Espanha anunciou processos legais contra todo o governo catalão e os responsáveis ​​do parlamento regional que submeteram a voto a lei sobre a organização do referendo adotada na quarta-feira com urgência e face ao desacordo da oposição catalã.</p> <p>Entretanto, em Barcelona, o executivo catalão acelerou os preparativos para o escrutínio. O referendo realizar-se-á e “nenhum conselho de ministros nem nenhum tribunal poderão suspender a democracia”, disse o presidente do governo da catalunha, Carles Puigdemont.</p>