Última hora

Manchester Arena reabre para concerto em honra das vítimas

Manchester Arena reabre para o primeiro concerto depois do atentado que matou 22 pessoas

Em leitura:

Manchester Arena reabre para concerto em honra das vítimas

Tamanho do texto Aa Aa

O Manchester Arena, onde em 22 de maio uma bomba matou 22 pessoas e feriram centenas, reabriu na noite de sábado pela primeira vez depois do atentado, para um concerto de beneficiência destinado a recolher fundos para a construção de um memorial às vítimas na cidade britânica.

Milhares de pessoas foram ouvir o músico Noel Gallagher, o grupo Courteeners e o poeta Tony Walsh. O concerto “We are Manchester” é uma homenagem às vítimas, frisou o presidente da Câmara de Manchester, Andy Burnham:

“Quero agradecer a cada um e a todos vocês por estarem aqui esta noite para apoiar as famílias que perderam os seus próximos – pensamos nelas esta noite e também naqueles que ainda estão a recuperar de ferimentos”, disse Burnham.

A maior parte das vítimas eram adolescentes, fãs da cantora norte-americana Ariana Grande. A mais jovem, Saffie Roussos, tinha oito anos. Entre as vítimas mortas no ataque, estão também os pais que tinham ido buscar os filhos após o espetáculo.

O poeta Tony Walsh deu ânimo à cidade com o poema “This Is The Place”, declamado numa vigília depois do ataque. Do mesmo modo, a canção “Don’t look back in anger” de Noel Gallagher tornou-se uma espécie de hino que as pessoas cantavam quando vinham ao local render homenagem às vítimas.

Blowback: o feitiço voltou-se contra os feiticeiros

Parte da imprensa britânica chamou a atenção, depois do atentado em Manchester, que a bomba era de fabricação sofisticada e o autor, Salman Abedi, era filho de Ramadan Abedi, um militante líbio que pertencia a um vasto grupo de imigrantes líbios de Manchester, islamistas radicais que os serviços secretos britânicos tinham apoiado quando quiseram partir para a Líbia para derrubar Muammar Kadafi, um objetivo partilhado então pelos governos do Reino Unido, Estados Unidos e França.

As imagens da noite do atentado são vídeos amadores, uma cortesia de: twitter.com/hannawwh e @zach_bruce (no interior do Manchester Arena) e de facebook: calimarco pt_personal trainer/instagram calimarcopt (no exterior)