Última hora

Furacão Irma chegou à Florida

Furacão Irma já se faz sentir na Florida, com ventos de velocidade superior a 200 km por hora e chuvas fortes

Em leitura:

Furacão Irma chegou à Florida

Tamanho do texto Aa Aa

A Florida já sofre os primeiros efeitos do furacão Irma, que está ainda no norte de Cuba, a cerca de três centenas de quilómetros do estado norte-americano.

O furacão passou para a categoria 3 no sábado, mas segundo o Centro de Furacões dos Estados Unidos dá sinais, em altitudes elevadas, de que vai ganhar força.

O olho do furacão deverá deslocar-se pela costa ocidental da Florida, depois de atingir as ilhas Keys, mas a costa oriental será também atingida, advertiu o governador do estado norte-americano, Rick Scott:

“Esta é uma tempestade mortífera, o nosso estado nunca viu nada parecido. Milhões de habitantes verão impactos enormes do furacão com perigosas inundações e ventos. Aumentou a ameaça de inundações ao longo do território oriental, de toda a costa oeste da Flórida. O impacto das águas poderá fazer-se sentir entre cerca de dois metros e três metros e meio acima do nível do solo”, disse Scott.


As autoridades ordenaram a mais de 6,3 milhões de pessoas que abandonassem as suas habitações, o equivalente a mais de um terço da população do estado.

No sábado, na zona sul do estado e no centro de Miami sopravam já ventos de velocidade superior a 200 km por hora, acompanhados de chuvas muito fortes, as autoridades alertam que, nas zonas costeiras, a água do mar pode elevar-se mais de quatro metros.


Prevê-se que o Irma chegue ao estado da Geórgia na segunda-feira.