Última hora

México enterra os mortos, depois do sismo

O México enterra os mortos, depois do sismo, e enfrenta o furacão Katia, que também já fez vítimas

Em leitura:

México enterra os mortos, depois do sismo

Tamanho do texto Aa Aa

O México enterra os mortos, depois do sismo que na madrugada de sexta-feira atingiu o país. As autoridades mexicanas deram por terminadas as operações de busca, tendo contabilizado 90 vítimas mortais e centenas de feridos.

O terremoto atingiu com uma magnitude de 8,2 os estados de Oaxaca, Chiapas e Tabasco, fazendo o maior número de mortos em Oaxaca. Uma das cidades mais devastadas foi Juchitán, em Oaxaca. Em Chiapas, o sismo destruíu mais de mil casas e danificou cerca de cinco mil. Chiapas e Oaxaca são dois dos estados mais pobres do México.

As autoridades pediram à população que se mantenha vigilante, pois são possíveis ainda réplicas.

Entretanto, o estado de Veracruz foi atingido na noite de sábado pelo furacão Katia, que já causou pelo menos duas mortes.

O furacão converteu-se em tempestade tropical, com categoria 1 e ventos até 70 quilómetros por hora, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

As autoridades organizaram abrigos para os desalojados nas zonas afetadas, com chuvas fortes e inundações a norte de Veracruz, a leste de Hidalgo e Puebla.

Além do furacão Katia, continuam ativos o furacão Jose, de categoria 4 e o Irma, que tinha passado de 5 para 4, mas voltou à categoria máxima ao atingir Cuba.