'Brexit': A lei de May prevalece no parlamento

Access to the comments Comentários
De  Euronews
'Brexit': A lei de May prevalece no parlamento

<p>O ‘Brexit’ passa uma nova prova de fogo depois do parlamento britânico ter aprovado esta noite o projeto-lei que põe fim à primazia do direito comunitário no país. O texto que revoga a adesão à União Europeia e que permitirá a revisão e transposição de milhares de normas comunitárias para o direito britânico foi aprovado por 326 votos a favor e 290 contra. </p> <p>Sem maioria no parlamento, os conservadores da primeira-ministra Theresa May contaram com o apoio da bancada dos unionistas da Irlanda do Norte (<span class="caps">DUP</span>) e de alguns deputados trabalhistas dissidentes. </p> <p>O partido trabalhista e os independentistas escoceses (<span class="caps">SNP</span>) votaram contra, por considerarem que o projeto-lei confere demasiados poderes ao executivo, que poderá adaptar livremente as normas sem passar pelo parlamento.</p> <p>Theresa May preferiu, por seu lado, falar de uma “decisão histórica que vai no sentido da vontade do povo britânico”. Num comunicado, a primeira-ministra, relembra ainda que, “esta decisão significa que podemos avançar nas negociações com bases sólidas e continuar a apoiar os deputados de todo o Reino Unido no seu trabalho conjunto em torno destas decisões vitais”.</p> <p>O texto vai ser agora analisado em detalhe na Câmara dos Comuns, onde a oposição promete apresentar várias emendas contra os poderes alargados do governo. </p> <p>O executivo afirma necessitar de margem de manobra para corrigir milhares de leis europeias até Março de 2019, data em que o país deverá concretizar o divórcio com Bruxelas.</p>