This content is not available in your region

Enfermeiros em greve

Access to the comments Comentários
De  Miguel Roque Dias  com LUSA
Enfermeiros em greve

<p>Os enfermeiros portugueses trocaram os utensílios médicos pelos cartazes com palavras de ordem.</p> <p>Convocada pelo Sindicado Independente dos Profissionais de Enfermagem e pelo Sindicato dos Enfermeiros, a greve teve início às 00:00 horas desta segunda-feira e termina às 24 horas de sexta.Os enfermeiros estão contra a recusa do Ministério da Saúde em aceitar a proposta de atualização gradual dos salários e de integração da categoria de especialista na carreira.</p> <p>Os sindicatos revelam que no primeiro dia de paragem a adesão ronda os 85% em todo o país e denunciam atropelos à lei. Algumas unidades hospitalares estão a marcar faltas injustificadas aos enfermeiros em greve, seguindo as orientações da tutela que alega que a paragem foi marcada de forma irregular.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="pt" dir="ltr">Adesão de 85% à greve dos enfermeiros no final do segundo turno, segundo sindicato</p>— Agência Lusa (@Lusa_noticias) <a href="https://twitter.com/Lusa_noticias/status/907266849141936130">September 11, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>“Estão a marcar falta injustificada aos colegas que trabalham aqui e que estão a fazer greve. Isto não pode acontecer. Eu quero aconselhar, não só aos ministros mas aos enfermeiros diretores, que estudem o Código do Trabalho e estudem a Constituição da República antes de fazerem tropelias como essa”, afirma Emanuel Boieiro, do Sindicato dos Enfermeiros.</p> <p>Na sexta-feira, o ministro da Saúde acusou os enfermeiros especialistas de estarem a atropelarem a lei, a ética e a moral.</p> <p>Em entrevista a uma televisão, Adalberto Campos Fernandes afirmou que é impossível em três meses fazer aumentos salariais de 100 ou 200% e considerou que está a ser feita uma chantagem à margem da lei.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="pt" dir="ltr">Enfermeiros vestem de negro e gritam bem alto o seu descontentamento à porta do Hospital… <a href="https://t.co/KsnosYA6P3">https://t.co/KsnosYA6P3</a> <a href="https://t.co/h1TV6yYAlL">pic.twitter.com/h1TV6yYAlL</a></p>— Funchal Notícias (@funchalnoticias) <a href="https://twitter.com/funchalnoticias/status/907271297390039040">September 11, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p><em>Com: Lusa</em></p>