This content is not available in your region

Felipe VI afirma que "Constituição prevalecerá"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Felipe VI afirma que "Constituição prevalecerá"

<p>O Rei de Espanha garante que a Constituição vai prevalecer sobre qualquer desunião.</p> <p>Felipe VI pronunciou-se, esta quarta-feira, pela primeira desde que o Parlamento da Catalunha aprovou a lei do referendo para permitir a consulta pública sobre a independência da região.</p> <p>“A Constituição prevalecerá sobre qualquer quebra dessa convivência, em democracia, que é, tem sido e será base da nossa vida em comum, em liberdade; fundamento do nosso progresso e pilar essencial da nossa pertença à União Europeia”, afirma o monarca.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="es" dir="ltr">Palabras del Rey en la entrega de los Premios Nacionales de Cultura 2016 <a href="https://t.co/1l6IV4aLxO">https://t.co/1l6IV4aLxO</a> <a href="https://t.co/hO4nI5hjVi">pic.twitter.com/hO4nI5hjVi</a></p>— Casa de S.M. el Rey (@CasaReal) <a href="https://twitter.com/CasaReal/status/907935450463178752">September 13, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>O Governo de Madrid está a tentar travar nos tribunais o referendo marcado pelo Governo catalão para 1 de outubro. Mariano Rajoy apoia-se na lei fundamental de Espanha. “Quero dizer que a Constituição, evidentemente, não é um texto imutável, contudo todas as constituições nascem com uma vocação de permanência. Por exemplo, a francesa é de 1958, a alemã de 1949, a italiana de 1947, e a dos Estados Unidos de 1787”.</p> <p>Na terça-feira, o Tribunal Constitucional espanhol suspendeu a lei regional que prevê a transição da Catalunha para um Estado soberano, enquanto aprecia a constitucionalidade da legislação.</p> <p>Os independentistas defendem que cabe apenas aos catalães decidir se permanecem ou não em Espanha.</p>