Última hora

Última hora

Curdistão vai levar questão da independência a referendo

Estados Unidos, Turquia e Irão criticam a decisão tomada pelos dirigentes do Curdistão. O referendo sobre a independência já tem dia marcado

Em leitura:

Curdistão vai levar questão da independência a referendo

Tamanho do texto Aa Aa

O Curdistão iraquiano vai avançar com um referendo sobre a independência até ao final do mês. A consulta popular foi aprovada, esta sexta-feira, pelo Parlamento da região autónoma, sediado em Erbil, numa sessão boicotada pela oposição.

65 dos 68 deputados presentes votaram favor do referendo, entretanto, agendado para a última semana do mês.

‘‘Há mais de 100 anos que estamos à espera de ter um Estado. Um sonho que esperamos concretizar a 25 de setembro, com um Estado democrático” refere o deputado Omed Khoshinaw.

A votação ficou marcada pela ausência da principal força da oposição: o movimento Gorran.

“A sessão plenária acabou por se realizar apesar de toda a pressão, dentro e fora do Iraque. As pessoas alí reunidas pensam ter agido dentro da lei, mas isso não aconteceu” defende o deputado Biruz Majeed, líder do bloco parlamentar Gorran.

Os Estados Unidos pedem aos dirigentes do Curdistão para que desistam do referendo. A Turquia e o Irão mostram-se inquietos. Ancara prepara-se para adotar uma posição oficial após o encontro do Conselho de Segurança turco previsto para 22 de setembro