Última hora

Última hora

Estação de Antuérpia dançou ao som do Lago dos Cisnes

A hora de ponta na estação belga teve notas diferentes e dançou ao som do Lago dos Cisnes.

Em leitura:

Estação de Antuérpia dançou ao som do Lago dos Cisnes

Tamanho do texto Aa Aa

A música de Tchaikovsky fez uma paragem na Estação Central de Antuérpia.
A hora de ponta na estação belga teve notas diferentes e dançou ao som do Lago dos Cisnes.
Quarenta e oito bailarinas do Ballet de Xangai acenaram aos comboios e aos turistas – com a graça de um cisne.

Com esta atuação, o Ballet de Xangai pretende atrair mais pessoas para as performances do Lago dos Cisnes em Antuérpia.
Os espetáculos estão agendados para o início de outubro e vão contar com 80 bailarinas – será o maior Lagos dos Cisnes do mundo.

“É uma história muito intemporal. É sobre um amor impossível, género Romeu e Julieta. Tudo isto combinado com os maravilhosos cisnes brancos que agitam as asas parece um conto de fadas”, explica o porta-voz do maior Lagos dos Cisnes do Mundo, Jasper Gasia.

Um conto de fadas de Tchaikovsky passado no Lago dos Cisnes. Uma música com 140 anos que ainda faz parar estações de comboios.