Última hora

Referendo na Catalunha: Guarda Civil espanhola apreende panfletos e boletins de voto

Guarda Civil espanhola apreende 1,3 milhão de panfletos, boletins de voto e outras publicações relacionadas com o referendo pela independência da Catalunha

Em leitura:

Referendo na Catalunha: Guarda Civil espanhola apreende panfletos e boletins de voto

Tamanho do texto Aa Aa

A Guarda Civil espanhola apreendeu no domingo, perto de Barcelona, 1,3 milhão de cartazes de propaganda separatista, boletins de voto e outras publicações relacionadas com o referendo pela independência da Catalunha, marcado para 1 de outubro e com a campanha pelo “sim”, anunciou o Ministério do Interior.

O material foi apreendido nas instalações de uma empresa de distribuição publicitária em Montcada i Reixac, a uma dezena de quilómetros de Barcelona.

Segundo o Ministério do Interior, a apreensão de panfletos que apoiam a separação da Catalunha junto com boletins de voto prova que há uma ação concertada entre a campanha pelo “sim” e o governo regional.

Para os independentistas catalães, está em jogo a liberdade democrática. “Que pode a polícia fazer-nos, se a nossa ação é pacífica? Estamos apenas a exercer a democracia, é disto que se trata, da democracia”, disse Dolores Gimbert, uma habitante de Barcelona envolvida na campanha pelo “sim”.

Entretanto, em Madrid, centenas de pessoas participaram, no domingo, numa reunião de apoio ao referendo sobre a independência da Catalunha. O encontro teve lugar numa sala de teatro do bairro de Lavapiés, no centro da capital, depois de o tribunal ter proíbido a sua realização num centro cultural do município.

O governo independentista da Catalunha, chefiado por Carles Puigdemont, está determinado a organizar no dia 1 de outubro um referendo sobre a autodeterminação da região, apesar deste ter sido interditado por decisão do Tribunal Constitucional de Espanha.