Última hora

Última hora

Saint Louis continua a ferro e fogo

Manifestação violenta em Saint Louis dá origem a mais de 80 detidos

Em leitura:

Saint Louis continua a ferro e fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Saint Louis, no Estado norte-americano do Missouri, continua a ferro e fogo devido à decisão da justiça em absolver um antigo agente da polícia, branco, que em 2011 matou um homem negro com cinco tiros.

Pelo terceiro dia consecutivo a cidade foi palco de violência, com os manifestantes a partirem várias montras e a envolverem-se em confrontos com a polícia entoando o slogan “Se não conseguirmos justiça, vocês não terão paz”.

Eric Greitens, Governador do Missouri, não tardou a condenar os atos de vandalismo:

“Não temos paciência para a violência. Por isso é que quando os atos de vandalismo começaram as forças de autoridade entraram imediatamente em ação.”

A manifestação até começou por ser pacífica com os participantes a deitarem-se no chão para protestar contra a morte de Anthony Lamar Smith. O pacifismo foi sol de pouca dura, os confrontos com a polícia resultaram em mais de 80 detidos.