Última hora

México mobiliza 8 mil soldados para zonas abaladas por sismo

Em leitura:

México mobiliza 8 mil soldados para zonas abaladas por sismo

Tamanho do texto Aa Aa

Duzentos e vinte e cinco mortos, mil e oitocentos feridos e quase quatro dezenas de edifícios desmoronados no centro do México. O balanço do segundo terramoto a atingir o país em duas semanas levou as autoridades a ativar um plano de emergência com a mobilização de oito mil militares para os trabalhos de resgate e distribuição de víveres nas zonas afetadas.

Até agora cerca de 40 pessoas foram retiradas com vida dos escombros de vários edifícios no sul da capital, entre os quais o de uma escola onde 32 crianças e cinco adultos morreram soterrados e mais de trinta permanecem desaparecidos.

As autoridades locais estão igualmente a avaliar centenas de edifícios seriamente danificados pelo abalo de 7.1 de magnitude.

Junto ao epicentro do terramoto, nos estados de Morelos e Puebla, os bombeiros deram por terminados os trabalhos de resgate, quando contabilizam 165 mortos nas duas regiões.

O presidente mexicano, que se deslocou às zonas mais afetadas declarou três dias de luto nacional pelas vítimas do abalo, garantindo que as equipas de urgência vão manter-se, em paralelo, nos estados do sul do país, abalados por outro terramoto que provocou 98 mortos no início de setembro.