Última hora

A Síria subiu mais alto em Asgabate

O sírio Majd Eddin Ghazal estabeleceu um novo recorde em Asgabate, elevando-se a 2.26 metros.

Em leitura:

A Síria subiu mais alto em Asgabate

Tamanho do texto Aa Aa

Majd Eddin Ghazal vem da Síria e acabou de ganhar a medalha de ouro em salto em altura na 5a. edição dos Jogos Asiáticos de Recinto Coberto e Artes Marciais em Asgabate. Ghazal estabeleceu um novo recorde nesta competição, elevando-se a 2.26m, depois de ganhar o bronze nos Mundiais de Londres e ficar em 7o. nos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A decisão de encadear diferentes provas tem o seguinte fundamento. “É um grande desafio para o povo sírio e para os desportistas participarem nesta e noutras competições, lutarem por medalhas. Toda a gente sabe o que se está a passar na Síria. Entre os Jogos Asiáticos, os Mundiais e a Liga de Diamante, já conquistei 12 medalhas. Estou muito feliz por isso. Quero dizer ao mundo inteiro que a Síria ainda está viva”, diz-nos.

E afinal é neste tipo de encontros que se ombreiam também atletas de países que estão na realidade de costas voltadas. Segundo Mowafak Jomaa, presidente do Comité Olímpico Sírio, “o desporto transporta uma mensagem de paz e amor entre nações. Em qualquer competição, os jogadores lutam por uma medalha, mas no fim cumprimentam-se respeitosamente. É assim que os verdadeiros atletas são”.

As competições de atletismo terminaram. Agora é tempo de passar a outras modalidades como a dança desportiva e o bowling.