Última hora

Independentistas continuam nas ruas

Continuam os protestos, em Barcelona, pelo direito a referendar a independência da Catalunha e pela libertação dos responsáveis governamentais detidos.

Em leitura:

Independentistas continuam nas ruas

Tamanho do texto Aa Aa

Em Barcelona continuam os protestos pelo direito a referendar, a 1 de outubro, a independência da Catalunha e pela libertação dos responsáveis governamentais detidos.

Quarta-feira de manhã, a Guardia Civil revistou uma série de edifícios do Governo regional e deteve 14 pessoas, alegadamente, ligadas à consulta popular.

“Não temos medo. Queremos votar, queremos o direito a decidir. Seja qual for o resultado da votação, queremos votar”, explica uma manifestante Malena Palau.

“É complicado encontrar uma solução, o Estado está a evitar o diálogo. Há 5 ou 6 anos teria sido possível chegar à mesa das negociações e a maioria das pessoas que hoje estão aqui não estariam”, adianta outro manifestante Ramon Marc.

Quarta-feira de manhã, a Guardia Civil apreendeu, nos arredores de Barcelona, quase 10 milhões de boletins de voto que iam ser utilizados no referendo.

Durante a noite, milhares de pessoas manifestaram-se frente à sede do Departamento de Economia e Finanças. A poucos dias da consulta popular a sua realização não é certa, enquanto aumenta a a tensão entre separatistas da Catalunha e instituições espanholas que tentam impedir a concretização do referendo.