Última hora

Frida: a estrela da marinha mexicana

Em leitura:

Frida: a estrela da marinha mexicana

Tamanho do texto Aa Aa

Há uma nova estrela na Marinha mexicana. A cadela Frida já ajudou a salvar 50 pessoas, 12 delas na cidade de Oaxaca sacudida por um sismo há cerca de duas semanas.

Os cães farejadores são essenciais para encontrar sobreviventes sob os escombros e Frida está, por isso, de volta ao trabalho.

Desde terça-feira, as equipas de resgate não têm tido mãos a medir em cidades localizadas a sul da capital e no próprio estado da Cidade do México.

A Marinha mexicana desmentiu, entretanto, a presença de uma menina com vida sob os escombros de uma escola na Cidade do México. Há indicações de que uma pessoa poderá estar viva, mas tratar-se-á de uma funcionária e não de uma criança.

O sismo de 7.1 de magnitude provocou cerca de 270 mortos e mais de dois mil feridos. Dezenas de pessoas continuam desaparecidas. A terra tremeu 32 anos depois de um outro terramoto ter semeado o pânico no país. Cerca de 10 mil pessoas morreram em 1985.