Última hora

"Breves de Bruxelas": o desafio europeu da migração

"Breves de Bruxelas": o desafio europeu da migração

Em leitura:

"Breves de Bruxelas": o desafio europeu da migração

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia diz que os governos dos Estados-membros devem fazer mais ao nível da migração e explicou, ontem, que o programa de recolocação de refugiados poderá ser extinto.

Mas todas as pessoas elegíveis que chegaram à União, via Grécia ou Itália, até 26 de setembro, ainda podem ser transferidas.

Além disso, o executivo comunitário divulgou propostas para permitir que os países do espaço Schengen de livre circulação reintroduzam controlos nas fronteiras por motivos excecionais de segurança, até três anos.

Neste programa que passa em revista a atualidade diária destacamos, ainda, o anúncio da Comissão Europeia sobre criar um novo esquema de reinstalação na Europa de 50 mil refugiados, nos próximos dois anos, vindos principalmente de África.

Os socialistas e democratas organizaram um evento no Parlamento Europeu para discutir o futuro da parceria UE-África com políticos, mas também com os próprios africanos,e o tema da migração e das oportunidades para a juventude esteve em destaque.