Última hora

Última hora

Kiev diz que "sabotagem" de Moscovo provocou explosões em depósitos de munições

Um incêndio eclodiu num grande depósito de munições no oeste da Ucrânia, na terça-feira. As autoridades ordenaram o encerramento do espaço aéreo num raio de 50 km do desastre. O ministro da Defesa, Stepan Poltorak, acusou Moscovo e os separatistas pró-russos de "sabotagem".

Em leitura:

Kiev diz que "sabotagem" de Moscovo provocou explosões em depósitos de munições

Tamanho do texto Aa Aa

Um incêndio eclodiu num grande depósito de munições no oeste da Ucrânia, na terça-feira. As autoridades ordenaram o encerramento do espaço aéreo num raio de 50 km do desastre.

O ministro da Defesa, Stepan Poltorak, apontou o dedo a Moscovo e aos separatistas pró-russos, acusando-os de serem os autores do que classificou como “sabotagem”.

O incêndio provocou explosões em cadeia, informou o porta-voz da polícia, Iaroslav Trakalo, no site de notícias Ukrainnska Pravda.

O incêndio começou pelas 10:00 da manhã locais (20:00 GMT) perto da localidade de Kalynivka, a cerca de 200 quilómetros de Kiev, informou o exército ucraniano.

A administração regional anunciou a evacuação de Kalynivka e duas aldeias vizinhas.

A justiça militar abriu uma investigação por “sabotagem” e “negligência”.