Última hora

Mais de 1.800 milhões de euros para reconstrução pós-sismos

Presidente mexicano apelou, num discurso televisivo, ao envolvimento do setor empresarial na reconstrução do país.

Em leitura:

Mais de 1.800 milhões de euros para reconstrução pós-sismos

Tamanho do texto Aa Aa

Castigado pela fúria da natureza, o México precisa de muito investimento para a reconstrução. De acordo com dados preliminares, anunciados pelo Presidente Enrique Peña Nieto, serão necessários mais de 1.800 milhões de euros para recuperar as zonas arrasadas pelos três sismos que sacudiram, em setembro, o centro e o sul do país.

Em nome de um bem maior e coletivo, o chefe de Estado mexicano apelou, durante um discurso televisivo, ao envolvimento do setor empresarial mas mostrou-se igualmente empenhado em resgatar sobreviventes: “Continuaremos com as operações de busca e resgate e, onde já é possível, entrámos na fase de reconstrução. Nos estados apoiaremos diretamente as famílias com recursos e materiais para reparar os danos parciais ou para a reconstrução de uma nova casa.”

Varrido pelos furacões Max e Katia mas também pela tempestade tropical Norma, o México digere ainda, de maneira amarga, as consequências dos três terramotos registados nas últimas três semanas. Morreram mais de 400 pessoas.