Última hora

Moçambique sonha com nomeação para os Óscares

"Comboio de Sal e Açúcar" é a 1.º candidato moçambicano a uma nomeação para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Em leitura:

Moçambique sonha com nomeação para os Óscares

Tamanho do texto Aa Aa

Pela 1.ª vez, Moçambique candidata uma película a uma nomeação para os Óscares. Comboio de Sal e Açúcar, do realizador Licínio de Azevedo é candidato a uma nomeação para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, informou a produtora Ukbar Filmes.

Já em exibição nas salas portuguesas, “Comboio de Sal e Açúcar” é a adaptação ao cinema do romance homónimo escrito pelo realizador Licínio Azevedo.

O enredo desenrola-se durante a guerra civil em Moçambique e narra a história de uma enfermeira que se apaixona por um militar durante uma viagem de comboio. Descrito como um “épico moçambicano”, a longa-metragem é uma coprodução da Ukbar Filmes e da moçambicana Ébano Multimédia.


Comboio de Sal e Açúcar – Trailer from Ukbar Filmes on Vimeo.



Licínio de Azevedo nasceu no Brasil em 1951. Viveu em Portugal e na Guiné-Bissau antes de se radicar em Moçambique, onde tem ligações ao cinema que remontam aos anos 70 do século passado. Autor de mais de 20 filmes, já trabalhou com figuras como Jean-Luc Godard ou Ruy Guerra.

Os nomeados para os Óscares são anunciados no dia 23 de janeiro. A 90.ª cerimónia de entrega das estatuetas douradas está marcada para o dia 4 de março de 2018 em Los Angeles, nos Estados Unidos.