Última hora

Última hora

Trump diz que ataque em Las Vegas foi "ato de pura maldade"

Presidente falou num tom contido e apelou à união de todos os cidadãos dos Estados Unidos.

Em leitura:

Trump diz que ataque em Las Vegas foi "ato de pura maldade"

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou o ataque na cidade de Las Vegas, estado do Nevada, como um “ato de pura maldade” e anunciou que se deslocará à cidade na quarta-feira.

“Estamos unidos hoje na nossa tristeza, comoção e luto”, disse o presidente dos EUA, numa declaração a partir da Casa Branca, em Washington.

Durante o discurso, Trump não se pronunciou sobre a reivindicação levada a cabo pelos jiadistas do autoproclamado Estado Islâmico ou Daesh (sigla em língua árabe).

Elogios às equipas de resgate

O presidente Trump elogiou a “resposta rápida” das equipas de resgate, que disse terem evitado mais perdas de vidas.

O chefe de Estado norte-americano pretende também encontrar-se com familiares das vítimas, a quem transmitiu as suas condolências.

Numa declaração com muitas referências a Deus, Trump disse: “Estamos a rezar por vocês. Estamos aqui para vocês”.

Apelo à união de todos os cidadãos dos EUA

O Presidente deixou um apelo à união dos norte-americanos.

“A nossa união não pode ser despedaçada pelo mal, os nossos laços não podem ser quebrados pela violência”, defendeu Trump.

“É o nosso amor que nos define hoje”.

Para honrar as vítimas do ataque, Donald Trump anunciou ter ordenado que as bandeiras de todos os edifícios oficiais dos EUA sejam colocadas a meia haste.

Segundo a agência Associated Press, este foi o tiroteio mais mortífero da História Moderna dos Estados Unidos da América, ultrapassando o número de vítimas do ataque numa discoteca de Orlando, estado da Flórida, em junho de 2016.

Com agências