Última hora

Última hora

Catalunha paralisa para dizer "basta" a repressão policial

Dois dias depois de realizar o referendo sobre a independência, a Catalunha anuncia uma greve geral em sinal de protesto contra a violência policial

Em leitura:

Catalunha paralisa para dizer "basta" a repressão policial

Tamanho do texto Aa Aa

A greve geral na Catalunha está a mobilizar milhares de trabalhadores. É a resposta ao apelo lançado por organizações sindicais, políticas e sociais contra a violência policial no referendo deste domingo.


De acordo com o Governo regional, as cargas policiais provocaram mais de 800 feridos, ainda assim “42 por cento dos eleitores conseguiram votar, cerca de 90 por cento a favor da independência.”

Um protesto que serve, também, para contestar a presença dos agentes da Polícia Nacional espanhola.

Ao longo desta terça-feira, estão previstas várias manifestações em diferentes pontos da região autónoma que vão ser seguidas de perto pelas forças policiais.


Durante a manhã, a circulação em várias estradas e autoestradas da Catalunha esteve cortada, provocando filas superiores a 10 quilómetros.

Os transportes públicos estão a operar com serviços mínimos e os portos de Barcelona e Tarragona estão, praticamente, “parados.”

Catalonia: strike hits public services