Última hora

Última hora

Las Vegas: A namorada do assassino nega conhecimento dos seus planos

Em leitura:

Las Vegas: A namorada do assassino nega conhecimento dos seus planos

Tamanho do texto Aa Aa

Marilou Danley a namorada do assassino de Las Vegas, voltou das Filipinas, onde tinha ido visitar a família, para ser ouvida pelos investigadores da polícia.

Nas declarações que fez à polícia contou que recebeu de Stephen Paddock um bilhete de avião para ir ao seu país e, depois, ele enviou-lhe dinheiro para comprar uma casa para a família, o que a deixou perplexa.

O advogado, Matthew Lombard, diz que ela ficou agradecida mas, ao mesmo tempo, preocupada porque pensou que ele estava a acabar a relação com ela. Nunca lhe ocorreu, nem suspeitou que ele estivesse a preparar um ato de violência contra alguém”.

De acordo com o cenário encontrado na suite do hotel onde o atirador se confinou durante três dias e com o arsenal encontrado em sua casa, os investigadores não têm dúvidas que o ataque foi metodicamente planeado.

Mas três dias após o drama, as autoridades não têm ainda qualquer pista que leve a perceber os motivos que levaram este contabilista reformado, de 64 anos, a disparar sobre uma multidão, antes de se suicidar.

Segundo o Las Vegas Review Journal, Paddock estaria a tomar ansiolíticos do tipo Valium – que podem gerar comportamentos agressivos.

O xerife de Las Vegas revelou que os investigadores estão a explorar possíveis indícios de distúrbio mental.