Última hora

André Iniesta "para sempre" no FC Barcelona

Aos 33 anos, o médio e capitão da equipa terminava contrato em junho de 2018, mas acaba por tornar-se no primeiro futebolista a assinar contrato vitalício com o Barça.

Em leitura:

André Iniesta "para sempre" no FC Barcelona

Tamanho do texto Aa Aa

Andrés Iniesta assinou um contrato vitalício com o FC Barcelona e torna-se no primeiro futebolista a assinar um vínculo do género com o atual adversário do Sporting na Liga dos Campeões. O camisola “oito” acabava contrato em junho de 2018.

Lesionado e por isso afastado dos trabalhos da seleção, o médio e capitão da equipa catalã considera o novo contrato “mais do que uma renovação, uma demonstração de confiança do clube.”

“Estou muito feliz que o meu clube me dê esta oportunidade. A minha intenção é estar aqui o máximo de tempo possível, sabendo que não estarei apenas por estar, mas porque acrescento e tenho transcendência”, assumiu Iniesta esta sexta-feira em conferência de imprensa, prometendo manter-se no ativo “enquanto o corpo e a mente o permitam” sem revelar para já os eventuais planos traçados para quando pendurar as botas.


O futebolista sabe que “o tempo corre contra” ele e antecipa que vai aproveitar para se “preparar para o futuro”. “Estou certo que me manterei ligado ao futebol e a partir daí logo se vê. Fazer planos a longo prazo é muito arriscado”, defendeu.

Andrés Iniesta entrou no FC Barcelona com 12 anos, para jogar nos infantis, em 1996. Estreou-se na equipa principal a 29 de outubro de 2002, cumprindo 90 minutos num jogo de Liga dos Campeões contra os belgas do Club Brugge ao lado de Robert Enke, Geovanni e Fábio Rochemback (o Barça venceu com um golo de Riquelme).


Daí para cá, o agora camisola “oito” soma 639 jogos na equipa principal do Barcelona (é o segundo com mais jogos atrás de Xavi Hernandez, que chegou aos 767), 55 golos e colecionou 30 títulos (é a par de Messi o mais titulado da equipa). Foi eleito o melhor jogador do Europeu de 2012 e teve um ano de sonho em 2010, quando festejou o título mundial, mas viu fugir para Messi a Bola de Ouro.

Este ano, Iniesta tem sido importante na prestação do FC Barcelona, agora orientado por ernesto Valverde, líder da Liga espanhol e do grupo D, que partilha na Liga dos Campeões com o Sporting, a Juventus e o Olympiakos.