Última hora

Assessor do Papa acusado de pedofilia volta a ser ouvido pela justiça australiana

As autoridades australianas continuam sem revelar o número de processos contra Pell, nem o período em que alegadamente ocorreram os casos de pedofilia.

Em leitura:

Assessor do Papa acusado de pedofilia volta a ser ouvido pela justiça australiana

Tamanho do texto Aa Aa

Sem fazer qualquer comentário aos jornalistas, nem à entrada nem à saída,esta sexta-feira na segunda audiência sobre acusações de abuso sexual de que é alvo.
O principal assessor do papa Francisco, que continua a negar as várias acusações vai voltar a ser ouvido no Tribunal de Magistrados de Melbourne, na Austrália, em março do próximo ano.

As autoridades australianas continuam sem revelar o número de processos contra Pell, nem o período em que alegadamente ocorreram os casos de pedofilia. O cardeal australiano foi formalmente acusado a 29 de junho pela polícia, e no dia seguinte, a partir de Roma, defendeu a inocência.

Pell foi sacerdote na cidade natal de Ballarat (1976-1986), no estado australiano de Victoria, e arcebispo de Melbourne entre 1996 e 2001.
Esta não foi a primeira vez que cardeal é acusado de abusos sexuais. Em 2002, quando era arcebispo de Sydney, um homem disse ter sido abusado sexualmente por Pell em 1961, mas a investigação ilibou o australiano.