Última hora

"Estado da União": impasse na Catalunha e aposta na tributação

Em leitura:

"Estado da União": impasse na Catalunha e aposta na tributação

Tamanho do texto Aa Aa

As instituições europeias foram criticadas por reagirem tarde à crise na região espanhola da Catalunha e este é um dos temas em destaque no “Estado da União”, programa que passa em revista a atualidade europeia semanal.

Após o referendo na Catalunha, a 1 de outubro, com intervenção policial ordenada pelas pelas autoridades espanholas, a Comissão Europeia convidou as partes a retomarem o diálogo, mas não se vê como mediador entre as autoridades espanholas e catalãs.

De qualquer forma, o governo central de Madrid recusa negociar com as autoridades catalãs, insistindo na ilegalidade de todo o processo.

Outro tema em destaque é a crise na Ryanair, que se agrava. A companhia aérea irlandesa de baixo-custo disse que ia cancelar mais de 400 mil reservas. O tema foi debatido no Parlamento Europeu, que quer garantias de que serão respeitados os direitos dos consumidores.

A comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, recebe a nota alta da semana pela persistência em acertar as contas com empresas norte-americanas de Sillicon Valley.

A comissária diz que Amazon deve pagar 250 milhões de euros por vantagens fiscais ilegais e promete queixar-se do governo da Irlanda no Tribunal de Justiça da União Europeia por não ter cobrado à Apple 13 mil milhões de euros de impostos.

A União Europeia tenta desenvolver esforços para cobrar mais impostos, mas o mesmo não acontece com a igualdade de género ao nível salarial.

De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, o processo é “muito lento”.

A União Europeia regista maior progresso do que o Canadá ou os Estados Unidos, sendo a Bélgica o país que com men diferença salarial entre homens e mulheres, no conjunto dos Estados-membros.

De acordo com a OCDE, em média, as mulheres ganham cerca de 15% menos do que os homólogos masculinos entre trabalhadores a tempo inteiro. A diferença é ainda maior nalguns países mais desenvolvidos tais como Grã-Bretanha e Alemanha. Já Itália, Grécia e Hungria têm um desempenho muito melhor.

Agenda da próxima semana:

- Segunda-feira, tem início a quinta ronda de negociações do Brexit, em Bruxelas, e os ministros das Finanças da zona do euro vão reunir-se, no Luxemburgo, para dizer adeus ao colega alemão, Wolfgang Schauble, que assumirá o cargo de presidente do Parlamento alemão

- Quarta-feira, os europdeutados organizam uma audiência pública no Parlamento Europeu sobre a Monsanto e herbicida à base de glifosato.

- Quinta-feira, os ministros da justiça da UE vão reunir-se no Luxemburgo, onde a criação de uma Procuradoria Europeia deverá ser adotada.