Última hora

Cão ladra duas vezes e Heynckes aceita regressar ao Bayern

Ex-treinador do Benfica estava parado desde 2013, ano em que ganhou tudo com os bávaros, incluindo a Liga dos Campeões, o que lhe permitiu reformar-se em grande

Em leitura:

Cão ladra duas vezes e Heynckes aceita regressar ao Bayern

Tamanho do texto Aa Aa

Jupp Herynckes, de 72 anos, foi apresentado de forma oficial esta segunda-feira como novo treinador do Bayern de Munique até final da presente temporada. O clube bem pode agradecer a um cão o regresso do último treinador campeão europeu pelos bávaros.

Heynckes sucede ao italiano Carlo Ancelotti, despedido pelos bávaros após a pesada derrota (3-0) em Paris na Liga dos Campeões.

O alemão acedeu a regressar ao clube após um pedido especial do diretor executivo Karl Heinz-Rummenigge e do presidente Uli Hoenness para assumir o comando da equipa de forma temporária. “Isto não é um regresso”, reiterou Heynckes.


Antes do “sim”, o treinador sondou a família. “Não estava nos meus planos voltar ao banco. Tive muitos convites nos primeiros anos após a minha retirada. Foi uma decisão difícil, mas a minha mulher e a minha filha disseram que eu devia aceitar este convite. Até o meu cão ladrou duas vezes, o que significa que eu tinha mesmo de voltar”, contou.

O ex-treinador do Benfica estava parado há quatro anos e deixou claro o desejo de retomar a reforma no final da época.

Apesar de tudo, o alemão procurou descansar os adeptos mais preocupados com o eventual desfasamento do treinador perante o futebol atual.

“Percebo perfeitamente que existam críticos, que alguns se revelam céticos e questionem o facto de estar parado há quatro anos e que o futebol tenha mudado. Mas o jogo não foi reinventado e tudo o que sei é que tenho seguido de perto o futebol nestes últimos anos”, garantiu Heynckes.

A relação entre ambos começou há 30 anos. O treinador foi contratado pelo Bayern de Munique após a célebre (para o FC Porto, pelo menos) final da Taça dos Campeões Europeus de 1987. Ficou no clube até ao início da época de 1991/92.

Com uma passagem pouco feliz pelo Benfica entre 1999 e início da época 2000/2001 (substituído por um tal de José Mourinho), Heynckes voltaria ao clube da Baviera no verão de 2011 e na época seguinte “limpou” tudo, incluindo a Liga dos Campeões.

Decidiu reformar-se e saiu em grande. Até agora.

A estreia de Heynckes pelo Bayern de Munique está marcada para sábado, na Bundesliga (Liga alemã), na receção ao Friburgo.

O penta campeão alemão está atualmente na segunda posição da “Bundesliga”, a cinco pontos do líder, o Borussia de Dortmund, e também no grupo B da Liga dos Campeões, três pontos atrás do PSG, com dois jogos efetuados.

A tarefa de recuperar a equipa não é fácil, mas o trabalho de Heynckes já começou!