Última hora

Tempestade "Nate" deixa rasto de alforrecas à entrada do Alabama

O furacão enfraqueceu e passou a tempestade tropical este domingo à medida que avançou pelo sul dos Estados Unidos

Em leitura:

Tempestade "Nate" deixa rasto de alforrecas à entrada do Alabama

Tamanho do texto Aa Aa

O furacão “Nate” enfraqueceu para tempestade pós-tropical à medida que avançou pelo sul dos Estados Unidos. O impacto dos ventos e da chuva acabou por não ser tão grave como se chegou a temer no Mississipi.

Ainda assim, à passagem pelo Alabama, a tempestade tropical “Nate” provocou pequenas inundações e deixou um rasto curioso na ilha Dauphin, como revelou à NBC uma residente local: “Tínhamos muitas alforrecas no nosso quintal e mais de meio metro de água dentro de casa. Era muita lama e detritos.”


Algumas estradas ficaram intransitáveis nos acessos à ilha e verificaram-se cortes de energia. Noutras zonas da costa sul da América, algumas embarcações foram arrastadas para terra.

Muitos dos residentes que temiam a passagem do “Nate” estão agora aliviados. “Tivemos muita sorte. É impressionante não termos sofrido tantos estragos como prevíamos.”

Ao mesmo tempo que prosseguem os trabalhos de limpeza da zona “varrida” pelo “Nate”, a vida para muitos dos locais já voltou ao normal. “Estamos a passear na praia, à procura de conchas, por isso a situação é melhor do que prevíamos ontem”, sublinhou uma outra residente.

Após ter provocado a morte a cerca de 30 pessoas na América Central, a ameaça do “Nate” no sul dos Estados unidos parece estar arrumada. No entanto, a temporada dos furacões continua e só deverá acabar no final de novembro.