Última hora

Bombardeiro russo despista-se na Síria e mata os dois pilotos

Avião falhou a descolagem no momento da aceleração e saiu fora da pista; avaria mecânica poderá ter estado na origem do acidente

Em leitura:

Bombardeiro russo despista-se na Síria e mata os dois pilotos

Tamanho do texto Aa Aa

Um bombardeiro russo despistou-se esta terça-feira no momento da descolagem e matou os respetivos pilotos.

O avião, um (Sukhoi) SU-24 falhou a descolagem no momento em que acelerava e saiu fora da pista quando se preparava para levantar voo da base aérea de Hmeimim, na província síria de Latakia, para mais uma missão de combate a favor do governo sírio de Bashar al-Assad.


“A tripulação do avião não conseguiu ejetar-se e morreu”, refere uma nota do Ministério da Defesa russo, citado pela agência TASS.

O acidente não terá provocado danos no terreno.

Uma avaria mecânica poderá ter estado na origem do acidente, adiantou o ministério.

A base de Hmeimim tem sido a utilizada pela força aérea russa como ponto de partida para os ataques aéreos que têm conduzido ao lado do exército russo contra o grupo terrorista Estado Islâmico (ISIL/ “Daesh”) e as milícias afetas à al-Nusra, que inclui opositores do presidente da Síria.