Última hora

Última hora

Catalunha: a frustração dos independentistas

Em leitura:

Catalunha: a frustração dos independentistas

Tamanho do texto Aa Aa

Os catalães pró-independência disseram presente, uma vez mais, ao apelo das autoridades da província para escutarem, na rua, o discurso do presidente da Generalitat, Carles Puigdemont.

As manifestações de alegria da declaração da independência deram lugar a alguma incompreensão face à suspensão do processo.

“Perante a incerteza do que pode pensar a Europa sobre nós, creio que o senhor Puigdemont deu um passo ao lado demasiado grande e, em meu entender, deveria corrigi-lo”, declara um manifestante.

Um jovem acrescenta: “Creio que se devia declarar a independência sem dar tempo ao estado espanhol de aplicar o artigo 155 da constituição – ou o que seja – e aí, sim, as pessoas ficariam muito mais tranquilas”.

O enviado da euronews a Barcelona, Francisco Fuentes, constata a frustração dos independentistas:

“O discurso do presidente Carles Puigdemont dececionou os setores mais pró-independentistas. Para além disso, a grande contenção política não foi bem recebida sobretudo pelos mais jovens. A mobilização nas ruas continua”.