Última hora

O futuro da Catalunha nas mãos de Puigdemont

Em leitura:

O futuro da Catalunha nas mãos de Puigdemont

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do governo regional da Catalunha prepara-se para pôr fim ao “suspense” sobre o desfecho do processo independentista iniciado com o referendo de 1 de Outubro.

Carles Puigdemont vai discursar frente ao parlamento autonómico às 18h00 locais, oficialmente para “analisar a situação política”, durante uma sessão seguida de um debate sem voto. Fontes próximas dos partidos independentistas garantem que o líder catalão deverá declarar a independência do território, deixando a porta aberta um período transitório de negociações com mediação internacional.

O governo catalão transmitiu esta manhã ao parlamento os resultados do referendo, considerado ilegal por Madrid. O primeiro-ministro Mariano Rajoy agendou já para amanhã um discurso no parlamento espanhol por volta das 16h00, quando o executivo não descarta represálias, como a suspensão da autonomia catalã ou uma intervenção para assumir o controlo das autoridades locais à luz de uma nova lei de segurança pública.

O discurso decisivo de Puigdemont tinha sido adiado para hoje depois do Tribunal Constitucional espanhol ter suspendido a sessão plenária do parlamento catalão agendada para segunda-feira. Em paralelo, o governo independentista enfrenta uma “sangria” empresarial, quando seis das sete empresas catalãs cotadas no Ibex35 decidiram transferir a sua sede social para fora do território, temendo uma saída da União Europeia e da zona euro.