This content is not available in your region

Papa convoca Sínodo extraordinário sobre a Amazónia

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Papa convoca Sínodo extraordinário sobre a Amazónia

<p>Os bispos da Igreja católica vão reunir-se para refletir sobre a marginalização das populações indígenas da região da Amazónia, anunciou o papa este domingo, em Roma.</p> <p>Este será um dos temas a ser discutidos num Sínodo extraordinário que deverá realizar-se em outubro de 2019, disse Francisco na Praça de São Pedro:</p> <p>“O objetivo principal desta assembleia extraordinária, é encontrar novos caminhos para a evangelização desta parte do Povo de Deus, especialmente dos indígenas, muitas vezes esquecidos e sem perspetivas de um futuro sereno, também devido à crise da Floresta Amazónica, pulmão de capital importância para o nosso planeta.”</p> <p>Esta é a primeira vez que o papa Francisco convoca uma assembleia do Sínodo dos Bispos consagrada a uma região específica. </p> <p>O anúncio foi feito no final da cerimónia de canonização de 35 mártires, entre os quais o sacerdote português Ambrósio Francisco Ferro, assassinados no Brasil por tropas holandesas, em 1645, durante perseguições anticatólicas no atual território da Arquidiocese de Natal, na altura sob jurisdição portuguesa. </p> <p>Além dos mártires do Brasil, foram canonizados três jovens mexicanos (Cristóforo, António e João), mortos entre 1527 e 1529, considerados os “protomártires do México”, o padre espanhol Faustino Míguez (1831-1925) e o religioso capuchinho italiano Angelo de Acri (1669-1739).</p>