Última hora

Última hora

Quando a morte de Estaline faz rir

Estreia nas salas de cinema o mais recente filme de Armando Iannucci, uma tragicomédia sobre a morte de Estaline

Em leitura:

Quando a morte de Estaline faz rir

Tamanho do texto Aa Aa

Com muito humor negro e alguns factos históricos à mistura, vem aí uma longa-metragem sobre a morte de Estaline e os bastidores do poder soviético.

“The Death of Stalin” é o novo filme do realizador britânico Armando Iannucci, uma comédia satírica que lança um olhar profano sobre as lutas de poder no círculo político próximos de Estaline, após a morte do ditador comunista, em 1953. O elenco reúne um naipe de excelentes actores : Jeffrey Tambor, Steve Buscemi, Simon Russell Beale, Michael Palin, Jason Isaacs, Paul Whitehouse, Rupert Friend e Andrea Riseborough.

“É um filme bizarro. É, obviamente, acima de tudo muito divertido – e isto é o mais importante, mas também cheio das coisas mais absurdas que realmente aconteceram”, disse Jason Isaacs, que interpreta o papel do marechal Georgy Zhukov.

Foi precisamente em torno destes factos históricos que Armando Iannucci decidiu construir o enredo do filme:

“O facto deles terem debatido durante horas para escolher um médico, é verdade, porque muitos dos médicos que rondavam Estaline eram suspeitos de tentar envenená-lo – e é assim no filme. Quero dizer, você agarra nestes elementos históricos, constrói com eles uma espécie de enredo e os diálogos fazem a ligaçâo entre as várias histórias.”

O Ministério da Cultura da Rússia chegou a ameaçar proibir a estreia do filme, depois do protesto do Partido Comunista Russo, que o considerou o mais recente exemplo de “guerra psicológica” contra a Rússia. Iannucci garante porém que o lançamento da película na Rússia vai acontecer, como estava planeado, em 2018.

“The Death of Stalin” estreia a 26 de outubro nas salas de cinema portuguesas.