Última hora

Última hora

Maioria parlamentar a favor da aplicação do artigo 155 por Madrid

É a primeira vez que um Governo central pondera suspender uma autonomia, desde a transição democrática de 1978.

Em leitura:

Maioria parlamentar a favor da aplicação do artigo 155 por Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

É a primeira vez que um Governo espanhol considera aplicar o artigo 155 da Constituição de 1978, com o objetivo, diz Madrid, de restabelecer a ordem legal na região autónoma da Catalunha.

Uma decisão que conta, no parlamento, com o apoio dos liberais do Ciudadanos, e com o Partido Socialista Operário Espanhol, mas não com a esquerda do PODEMOS:

“A nossa visão é a seguinte: com o objetivo de procurar a segurança, é importante que tudo seja claro desde o início”, disse, em conferência de imprensa, José Luis Ábalos, do PSOE.

“A ideia de uma intenverção rápida, simples e limitada para estabelecer a normalidade democrática, o funcionamento das instituições e particularmente do Governo catalão.

Para Pablo Iglésias, do PODEMOS, a suspensão da autonomia catalalã não vai mudar situação no terreno:

“A aplicação do artigo 155 leva-nos a território desconhecido. Creio que é o contrário a uma solução. As soluções implicam diálogo. As pessoas não vão pensar de forma diferente porque ter sido aplicado o artigo 155”.

É já este sábado que o Governo espanhol deverá reunir para com que medidas vai avançar relativamente ao controlo da Catalunha.