Última hora

Última hora

Síria: Rússia veta prolongamento do mandato da missão de investigação das armas químicas

Em leitura:

Síria: Rússia veta prolongamento do mandato da missão de investigação das armas químicas

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia vetou esta terça-feira uma resolução do Conselho de Segurança da ONU que propunha o prolongamento do mandato da missão de investigação do uso de armas químicas na Síria

Moscovo diz que prefere esperar pelo relatório que a missão terá que apresentar na quinta-feira e o embaixador russo junto das Nações Unidas, Vassily Nebenzia, acusa:

“A resolução tenta, uma vez mais, mostar a Rússia de forma pouco dignificante. Mas quero deixar claro que a decisão de hoje não terá qualquer impacto no futuro do JIM – o Mecanismo de Investigação Conjunta – na forma como tem funcionado ou vai funcionar até ao dia 17 de novembro ou como continuará a funcionar no futuro”.

“Os Estados Unidos lamentam profundamente que um dos membros deste conselho tenha vetado o texto pondo considerações políticas acima da miséria dos civis sírios que sofreram e morreram pelo uso de armas químicas”, respondeu a vice-embaixadora dos Estados Unidos, Michele Sison.

Está em causa a análise, nomeadamente, do que se passou em Abril, no ataque na cidade de Khan Sheikhoun no qual morreram 80 pessoas e que levou os Estados Unidos a atacarem uma base aérea na Síria.

Uma investigação do Conselho da ONU para os Direitos Humanos tinha concluído no mês passado que o ataque foi perpetrado pelas forças aéreas sírias.