Última hora

Última hora

Itália repudia insultos antissemitas

SS Lazio vai organizar viagem anual a Auschwitz para duas centenas de jovens.

Em leitura:

Itália repudia insultos antissemitas

Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, as autoridades repudiaram esta terça-feira a utilização de imagens de Anne Frank como insulto antissemita por parte dos adeptos da Lazio que pretendiam provocar os seus arquirrivais romanos do AS Roma.

O caso remonta à partida disputada no domingo passado no estádio Olímpico de Roma, em que alguns adeptos da Lazio deixaram coladas, no espaço atribuído aos adeptos do seu rival histórico, imagens de Anne Frank com uma camisola da Roma.

Claudio Lotito, presidente do clube SS Lazio afirmou que “a SS Lazio vai promover uma iniciativa anual dirigida a duas centenas de jovens, com fins educativos, e que é a organização de uma visita a Auschwitz.”

As declarações do presidente da Lazio tiveram lugar por ocasião de uma visita à sinagoga de Roma, onde depositou uma coroa de flores.

No parlamento europeu, fizeram-se ouvir igualmente críticas ao comportamento dos adeptos da Lazio.

“Utilizar a imagem de Anne Frank como um insulto é algo terrível. Todos na nossa união têm o direito de praticar as suas religiões. As comunidades judaicas fazem parte da nossa União Europeia”, disse Antonio Tajani, presidente do Parlamento Europeu.

A Federação italiana de futebol já anunciou a abertura de uma investigação em colaboração com a Procuradoria de Roma, decretando um minuto de silêncio antes do início de todos os jogos da primeira, segunda e terceira divisão, no qual se lerá um excerto do Diário de Anne Frank.