Última hora

Última hora

Banco Central Europeu reduz compras de ativos a partir de janeiro

O programa QE do Banco Central Europeu, criado há quase 3 anos, vai reduzir para metade a compra mensal de dívida pública e privada

Em leitura:

Banco Central Europeu reduz compras de ativos a partir de janeiro

Tamanho do texto Aa Aa

Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, anunciou esta quinta-feira a redução da compra de ativos para metade, no inicio do próximo ano, dizendo ser o reflexo da confiança do BCE na retoma da economia da zona euro:
“A taxa de juro diretora do Banco Central europeu manteve-se inalterada e esperamos que continue no nível atual por um longo período de tempo, bem para lá do nosso horizonte das compras de ativos”.


“Recalibração”, chamou Draghi a esta alteração do programa QE (Quantitative Easing), que consistirá na redução para metade do valor mensal de aquisições de dívida pública e privada, a partir de janeiro do próximo ano.

Nessa data, o BCE passa a comprar apenas 30 mil milhões de euros por mês. Por outro lado, o programa foi alargado até setembro.


Draghi considera que a meta de uma inflação a rondar os 2% no médio prazo ainda não foi atinginda , justificando assim a necessidade de continuar com o programa.