This content is not available in your region

Homem condenado por infetar 32 mulheres com o VIH

Access to the comments Comentários
De  Miguel Roque Dias  com REUTERS
Homem condenado por infetar 32 mulheres com o VIH

<p>Um homem foi condenado, esta sexta-feira, a 24 anos de prisão por ter infetado mais de 30 mulheres com vírus da Sida, em Itália.</p> <p>Segundo um tribunal de Roma, Valentino Talluto, de 33 anos, usou as redes sociais para seduzir dezenas de mulheres, por mais de uma década até ser detido em 2015.</p> <p>O italiano tinha, depois, relações sexuais com as mulheres, sem proteção, apesar de saber que estava infetado com o <span class="caps">VIH</span>.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Under the pseudonym “Hearty Style”, 33-year-old accountant Valentino Talluto seduced dozens of young women online <a href="https://t.co/YQqxD5Ph3D">https://t.co/YQqxD5Ph3D</a></p>— <span class="caps">AFP</span> news agency (@AFP) <a href="https://twitter.com/AFP/status/924027676981161984?ref_src=twsrc%5Etfw">October 27, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>De acordo com a investigação, o homem ter-se-á relacionado com, pelo menos, 53 mulheres e transmitiu o vírus a 32.</p> <p>O procurador pediu prisão perpétua alegando que Talluto provocou uma “epidemia”. O tribunal rejeitou o pedido, condenando-o por “danos corporais graves e incuráveis”.</p> <p><em>Com: Reuters</em></p>