Última hora

Última hora

Senado vota medidas a aplicar à Catalunha

O PP e o PSOE acordaram numa emenda que permite que as medidas sejam ativadas de forma gradual.

Em leitura:

Senado vota medidas a aplicar à Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

O Senado espanhol debate e vota, na manhã desta sexta-feira, a tramitação do decreto com as medidas que irão ser aplicadas à Catalunha ao abrigo do Artigo 155 da Constituição.

O PP e o PSOE acordaram numa emenda que permite que as medidas sejam ativadas de forma gradual, de modo a prolongar, ao máximo, o prazo para possibilitar uma eventual solução de última hora.

A vice-presidente do Governo espanhol, Soraya Sáenz de Santamaría, assegura que “o artigo 155 não foi implementado, como algumas pessoas afirmaram, como o início de um novo centralismo político, mas como o início do fim de uma desobediência reiterada à lei e ao interesse geral e ao uso do Governo autónomo contra a sua própria autonomia “.

O PP, que controla a câmara alta das Cortes, deixou para a votação de hoje, a decisão sobre a proposta dos socialistas para suspender a aplicação do decreto caso sejam convocadas eleições antecipadas.

O enviado da euronews a Madrid, Carlos Marlasca, relata que “um verão que não acaba e um outono que não começa. Assim resumia a vice-presidente do Governo, na sua intervenção, as causas dos seus problemas de voz. Umas palavras que metaforicamente poderiam refletir a atual situação que se vive entre Catalunha e Espanha. Soraya Sáenz de Santamaría teve de abandonar a câmara alta devido a uma indisposição física.”