Última hora

Última hora

Trump declara guerra aos opiáceos

A declaração de DOnald Trump abre as portas à atribuição de fundos federais para o combate aos opiáceos.

Em leitura:

Trump declara guerra aos opiáceos

Tamanho do texto Aa Aa

“Juntos vamos derrotar esta epidemia dos opiáceos”, foi assim que Trump declarou guerra aos medicamentos analgésicos esta quinta-feira descrevendo-os como uma “emergência de saúde pública”.

O anúncio vem cumprir uma promessa feita por Trump há alguns meses atrás. O presidente norte-americano descreveu o abuso deste tipo de medicamentos como uma “emergência” e “vergonha nacional”.


“É uma emergência nacional e penso que deveria ser tratada como tal. Mas a realidade é, compreendendo a política e como esta funciona, o facto de termos andado para a frente e pelo menos ter sido declarada como emergência nacional, olhamos para isso como um bom primeiro passo. Mas precisamos de mais liderança a partir de Washington”, adiantou Rob Brandt, diretor do Opioid Recovery Center, um centro de recuperação de medicamentos opiáceos.

A declaração de DOnald Trump abre as portas à atribuição de fundos federais para o combate aos opiáceos que, segundo o Centro para Controlo de Doenças, matam cerca uma centena de norte-americanos todos os dias.

“Vou promover o conceito de analgésicos que não causam dependência. Nós damos milhares de milhões de dólares por ano e vamos gastar ainda mais dinheiro em encontrar uma solução que não provoque dependência”, rematou o presidente norte-americano.