Última hora

Última hora

Analista acredita que Puigdemont está na corrida

O que disse Puigdemont e o que queria dizer? Os analistas olham para o significado das palavras do até há bem pouco tempo homem forte da Catalunha de após a breve declaração deste sábado

Em leitura:

Analista acredita que Puigdemont está na corrida

Tamanho do texto Aa Aa

Carles Puigdemont não fecha a porta a uma possível participação nas eleições agendadas para 21 de dezembro. Pelo menos é o que defendem vários analistas depois de ouvidas as declarações do líder catalão destituído por Madrid.

“A mensagem que gostava de transmitir é para que tenhamos paciência, perseverança e perspetiva. Por isso, acredito que a melhor maneira de defender o que conquistamos até hoje é pela oposição democrática à aplicação do artigo 155” afirma Puigdemont.

Para o consultor político Antoni Gutiérrez-Rubí estas palavras significam que Puigdemont aceitou que precisa um acordo: “Mediu as palavras e não reivindicou a República catalã. É surpreendente que não o tenha feito, nem tenha dito nada ou proposto algo que desrespeitasse o artigo 155. Apelou a uma oposição democrática sem dizer como e, uma pista importante da sua breve declaração, é que falou de paciência, perseverança e perspetiva como se estivesse a afastar-se do sonho e do desafio da independência, da sonhada, proclamada ou desejada república de outros tempos, para um tempo futuro.”

O analista considera que a porta está aberta já que Puigdemont não ter recusou ou questionou o escrutínio de 21 de dezembro.